Eles foram rejeitados pelo publico

Nem sempre estar em evidência em uma novela é questão de sucesso, alguns personagens das novelas são rejeitados pelo publico, no caso de "Amor à Vida", Ninho (Juliano Cazarré) é uns deles, porém o autor Walcyr  Carrasco promete mudança para o personagem que foi descrito na sinopse original como uns dos 3 centrais.

Não é a primeira vez que um personagem central não agrada aos telespectadores em uma novela, alguns tem até destino trágicos diante à rejeição:

Amora

Amora (Sophie Charlotte) em ‘Sangue Bom‘, não está agradando, A primeira pesquisa encomendada pela emissora para a novela revelou que o caráter ambíguo da it-girl está deixando os telespectadores incomodados. As entrevistadas insistem que gostariam de torcer por ela, mas não conseguem. 
"Passione", trama exibida em 2010, em pleno horário nobre e o mais caro da TV, a mocinha e umas das personagens centrais Diana (Carolina Dieckmann), foi morta pelo autor nas últimas semanas, tamanha era a rejeição que sofria, más o engraçado foi a frase de Carolina na festa de divulgação da trama: " -Seria critico se a mocinha ser rejeitada a ponto de morrer".
Em "Malhação" 20012 o protagonista Dinho (Guilherme Prates, também teve que deixar a trama, uma vez que estava sendo rejeitado pelo publico teen da trama, apontado como fraco, e não ser bom caráter, já que duas amigas brigaram por ele, no entanto o "galã" não tinha nenhum remorso pelo ocorrido,  a emissora resolveu trocar o protagonista . O que foi um acerto, uma vez que a trama com ele mal saia dos 13 pontos e com o novo protagonista  Victor(Guilherme Leicam), a trama bateus os 18 pontos
Em "Máscaras" que a Rede Record transmitiu no ano de 2012, os personagens não aceito pelo publico foram assassinados no decorrer da trama que foi até então o maior fracasso da emissora desde 2004. Este artificio de matar personagens também foi usado pela TV Globo em 1998 em "Torre de Babel", onde na explosão de um shopping center, Silvio de Abreu, matou  os que estavam sendo rejeitado, algo semelhante com a novela "Anastácia, Mulher sem Destino" de 1967 pela TV Globo, usando a técnicas de época, a trama teve um terremoto para "matar" mais de  90 personagens, ficando apenas 4 centrais nas duas fases que teve em seus 125 capítulos.
"Rosalinda", ainda que a trama fosse  sucesso em todo o mundo graças a presença de Thalia, a novela enfrentou vários problemas, e  uns dele foi a personagem de Thalia, uma vez que o publico queria mais uma "Maria", Salvador Mejia, produtor da trama não queria uma personagem  selvagem como as anteriores, e com a rejeição Rosalinda passou a ser a selvagem de sempre de Thalia, outros fatos que foram mudados , foi o repentino casório de Rosalinda e Fernando José, (Fernando Carrillo) a revelação de que Soledad (Angelica Maria) era inocente, as sub-tramas  em que se desenvolveram. 


Compartilhar no Google Plus
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial