Band ainda não definiu qual novela ira substituir "Fatmagül".

Cartaz de "Sila", a novela turcaEm dúvida sobre a substituta de "Fatmagül", a Band ainda não decidiu qual a novela que entra no lugar da trama que vem marcando 3 pontos para o canal (lembrando que a meta é os mesmo 3 pontos que equivalem à 60 mil pessoas na grande São Paulo), a trama do galã Engin Akyürek (que vive o Kerin, e vem fazendo sucesso dentre as telespectadoras brasileiras),esta já na reta final - faltando apenas 24 capítulos para chegar ao seu desfecho (4 semanas), pode contar com o drama de "Sila" que foi um sucesso na Turquia e esta sendo exibida em quase toda à América latina com grande êxito! Conheça a trama


Sinopse:

Sila é uma jovem que quando pequena foi entregue pelo pai a uma rica família de Istambul, sendo criada com todo conforto e regalias na cidade grande. Mais tarde, seu pai biológico Cecil reaparece, sob o pretexto de que sua mãe biológica estava muito doente e desejava vê-la uma última vez, ela concorda em voltar a sua terra natal e conhecer seus familiares, no entanto, o verdadeiro motivo de Cecil levá-la de volta a Mardin, é para que a jovem se case, afim de pagar uma dívida de sangue, que seu irmão Azad adquiriu com a principal família da tribo, ao ter relações com Narin, a caçula da família Genko. Sila participa do casamento de Azad e Narin sem saber que poucos minutos depois será obrigada a se casar com Boran (irmão mais velho de Narin), o mais novo líder da tribo Mardin, durante a festa, Azad leva Sila a um escritório, confessando o real motivo de ela estar lá, apontando uma arma para a irmã, ele afirma que caso ela não aceite ele a mataria ali mesmo e sem hesitação, em seguida se mataria, pois o irmão de sua noiva não o deixaria vivo caso o trato não se cumprisse, sem outra escolha, Sila assina os papéis e se torna oficialmente sra. Genko, esposa do líder. Ao conhecer a verdade, Sila cria certo desprezo por tudo ao seu redor, sobretudo de seu marido, o tratando com indiferença, ainda que ele se mostrasse bastante afetuoso. Com o tempo ela passa a compreender melhor os motivos que levaram seus pais a fazê-la se casar, se envolve com as pessoas da tribo criando simpatia por eles, e até os ajudando em seus conflitos, ao mesmo tempo que passa a ver Boran como um homem de muitas responsabilidades, o que explica seu comportamento autoritário, isso faz com que Sila mude seu comportamento em relação a ele; mas apesar disso, as limitações e regras impostas a ela acabam por deprimi-la, fazendo com que sinta saudades de sua antiga vida, com isso Sila acaba por pensar em uma fuga, uma vez que seus pais adotivos morreram e deixaram-na no comando da empresa. Encorajada e ajudada por Emre, seu ex-namorado que chega a Mardin para vê-la ela embarca no plano de fuga, ao ser informado que sua esposa fora vista conversando e tendo contato com um estrangeiro, Boran acaba perdendo o controle e tem uma briga feia com Sila, embriagado e cego de ciúmes por um comentário dela ele a força a ter relações sexuais com ele, o que a deixa segura de sua decisão, os dias que seguem a isso Boran se mostra bastante arrependido, chegando até a se autoflagelar. Sabendo que o irmão e a cunhada não seriam poupados, caso ela partisse, Sila os convence de fugir com ela, no dia da fuga ela se sente bastante culpada por abandonar Boran que já havia confessado que a amava, ela chega a desistir, mas Emre pressiona-a a seguir com o plano, fazendo-a derramar muitas lágrimas de arrependimento. Após todos saberem da fuga, os conselheiros da tribo decidiram que todos os envolvidos deveriam ser mortos, e de acordo com uma velha tradição Boran deveria apertar o gatilho. Para cumprir seu dever de esposo traído ele parte pra Istambul afim de encontrar Sila e matá-la, para isso conta com a ajuda de Sihan, seu primo que deseja usurpar sua posição na tribo. Apesar do rancor que sente, ao saber do paradeiro da esposa Boran fica cada vez mais hesitante em cumprir com seu "dever", o que é observado por Sihan que o pressiona a cumprir logo com a tradição. Boran fica prestes a entrar na casa onde Sila e os outros se encontram, entretanto todos saem da casa para socorrer Cecil, que tentou contra sua própria vida, uma vez que teria de tirar a vida dos filhos (conforme a decisão do conselho). Boran continua a seguir os passos de Sila e se sente bastante incomodado com a proximidade entre ela e Emre, o que comprova que ele ainda é apaixonado por ela. Sila reencontra Boran para dizer que o ama, mas não poderá viver em Mardin devido a suas leis primitivas e arcaicas, decididos a ir contra os mandamentos da tribo ambos se reconciliam, uma vez que ela espera um filho dele.

Compartilhar no Google Plus
Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial